Como cuidar da pele e do cabelo no verão

Especialistas dão dicas de como proteger a pele e as madeixas do desgaste de sol, mar e piscina

O verão chegou com tudo! Você conhece os cuidados básicos que devemos ter nessa época do ano?  Essa é a estação perfeita para ir à praia, praticar esporte ao ar livre e passear com a família. Mas, devemos ficar atentos, pois nessa época a incidência da radiação ultravioleta fica mais intensa, tendo riscos como o câncer de pele, queimaduras, entre outros problemas. Com isso, não devemos esquecer de reforçar nossos cuidados diários com a pele e os cabelos.

Fique atento nas dicas da esteticista e professora do Centro Universitário IBMR, Vanessa Teixeira de como cuidar da pele durante o período de alta temperatura e exposição ao sol:

– Use filtro solar diariamente, e não apenas nos dias de lazer. O produto deve proteger contra os raios UVB (indicado pelo FPS) e contra os UVA (indicado pelo PPD). Para que a pele absorva o protetor, aplique o produto uniformemente em todas as partes de corpo, incluindo mãos, orelhas, nuca e pés 30 minutos antes da exposição solar, sendo necessário reaplicar a cada duas horas. Se houver transpiração excessiva ou se entrar na água, esse tempo diminui.

– Cuidado redobrado com as crianças! Deve-se utilizar filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele que é mais sensível, de preferência filtros físicos. Recomenda-se buscar orientação com pediatra ou dermatologista sobre qual o melhor produto para cada caso. É preciso que crianças e jovens criem o hábito de usar o protetor solar diariamente.

– Utilize roupas e acessórios que ajudem a bloquear parte da radiação ultravioleta (RUV). Use chapéu e roupas de algodão ou tecidos sintéticos (como o nylon). Os óculos de sol ajudam a prevenir catarata e outras lesões nos olhos. Já as barracas utilizadas na praia devem ser de lona ou algodão, pois absorvem cerca de 50% da RUV. Evite exposição solar entre 10 e 16 horas.

– É importante também proteger as cicatrizes, especialmente as novas, que podem ficar escuras se expostas ao Sol. Já as antigas também devem ser protegidas, pois há risco de desenvolvimento de tumores, apesar de ser um evento raro. A proteção pode ser feita com uso de barreiras físicas como adesivos, esparadrapos ou por meio do uso de filtro solar.

– Não esqueça de se hidratar! Nessa época a hidratação deve ser redobrada, por dentro e por fora. Portanto, deve-se aumentar a ingestão de líquidos no verão e abusar da água, do suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplicar um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade adequada de água na pele.

– Evite banhos quentes! A água deve ser morna ou fria, para evitar o ressecamento da pele. Recomenda-se usar sabonetes compatíveis com o tipo de pele, porém, sem excesso.

Não é só a pele que precisa de atenção e cuidado! Os cabelos também sofrem agressões vindas da radiação ultravioleta, do cloro, da água do mar e da poluição. Eles degradam a estrutura dos fios, causando ressecamento e ficam quebradiços, por isso é de suma importância proteger os fios para minimizar os danos à fibra capilar. Os raios UVB são os maiores responsáveis por danificar a queratina dos fios, deixando os cabelos mais frágeis e com pontas duplas. Já os raios UVA oxidam e desbotam a cor, independente de se ela for artificial ou natural.

Para te ajudar nessa missão, a Hairstylist, Bruna Scharf, da rede Walter’s Coiffeur reuniu algumas dicas e segredos de expert para prevenção e reparo, que prometem transformar e reparar a textura e aparência dos fios. Confira!

1-      Hidratação é o segredo

Um dos principais efeitos do verão no cabelo é o ressecamento, que gera fios quebradissos opacos, sem vida e pontas duplas. A exposição prolonga dos cabelos aos raios UV, fatores externos, vento e poluição, fragiliza a cutícula que protege a fibra capilar, danificando sua estrutura e facilitando a perda de água e nutrientes. Para evitar e tratar o ressecamento, a dica é usar e abusar das máscaras de hidratação capilar. “O ideal é aplicar uma vez por semana, ou mais vezes dependendo do seu cabelo e nível de necessidade”, afirma Bruna.

2-      Protetores térmicos no dia a dia

É fundamental manter os fios protegidos do calor e exposição aos raios UV. “Produtos protetores térmicos são muito conhecidos na aplicação pré utilização de secadores de cabelo, chapinha e outros aparelhos de altas temperaturas. Mas é preciso entender que o protetor não é limitado apenas aos aparelhos, ele deve ser usado constantemente para proteger os fios da exposição solar e altas temperaturas. ”. Para proteger os fios, os óleos também são outra opção de aliados. Óleos como os de argan, de maracujá, de cupuaçu, de endiroba e de damasco, são muito eficientes, pois formam um filme de emoliência e de resistência, protegendo como se fosse uma capa de lipídeos.

3-      Água morna e fria são os melhores amigos

Sempre que possível, tente evitar banhos quentes. A alta temperatura da água pode causar danos tanto na pele quanto nos cabelos, ressacando os fios e estimulando a oleosidade excessiva do couro cabeludo. “Sempre enxague o cabelo com água morna ou fria. A temperatura mais baixa é responsável por fechar as cutículas dos fios, trazendo brilho e maciez ao cabelo. ”

4-      Reconstrução capilar

Esse procedimento ajuda a recuperar a fibra dos fios e reparar as fissuras existentes, que foram causadas por processos químicos e agentes externos como chapinha, secador, tintura, etc. “A reconstrução capilar pode ser realizada em todos os tipos de cabelos, inclusive os mais crespos e com química que requerem uma atenção maior. Esse tratamento age de dentro para fora, renovando as camadas internas dos fios e criando uma espécie de selagem nas cutículas, trazendo proteção aos fios. ”, aconselha Bruna.

5-      Apare as pontinhas para o cabelo crescer mais saudável e forte

“É fundamental cortar regularmente as pontas dos cabelos para que este cresça mais saudável e forte. ” Sem esse passo a cada três meses, o cabelo produz mais pontas duplas e quebra. As pontas dos fios, mais desgastada e antiga, fica com as escamas capilares abertas, o que dificulta a retenção de nutrientes pela fibra capilar e gera ressecamento e fraqueza. capilar.

29 visualizações
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...