Museu do Futebol lança exposição virtual sobre período de treinos do Brasil antes do primeiro título mundial

Mostra “A Seleção em Poços de Caldas” traz imagens do fotógrafo Antonio Lucio e complementa o conteúdo da exposição temporária “A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958”, que está em cartaz até 09 de setembro

A preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 1958, disputada na Suécia, é o tema de “A Seleção em Poços de Caldas”, nova exposição virtual do Museu do Futebol, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. É a oitava mostra do equipamento exibida na plataforma “Google Arts & Culture”, parte de uma iniciativa para difundir acervos e pesquisas do CRFB (Centro de Referência do Futebol Brasileiro), ampliando acesso e circulação de conteúdos relacionados à memória do esporte. O material conta com imagens captadas pelo fotojornalista Antonio Lucio (1930-2000), ganhador de duas edições do Prêmio Esso.

Lucio trabalhava no jornal “O Estado de S.Paulo” em 1958, quando foi escalado para acompanhar a preparação do Brasil para a Copa. A primeira etapa de treinos aconteceu em Poços de Caldas (MG), entre os dias 10 e 21 de abril, e contou com 35 atletas – apenas 22 viajaram à Suécia.

O período em Poços de Caldas é especialmente relevante para a história da seleção brasileira. Foi a primeira vez em que o time nacional trabalhou fora do Rio de Janeiro antes de um Mundial, além de ter sido considerada por muitos a concentração mais organizada até então. Na cidade mineira, por exemplo, os jogadores foram submetidos a exames médicos, odontológicos e psicológicos, além de um treinamento intenso, classificado como extremamente rigoroso à época, aplicado pelo preparador físico Paulo Amaral.

O acervo de Lucio foi descoberto em 2013 pela jornalista Silvia Herrera, filha dele – acometido por um câncer, o fotojornalista tinha morrido em 2000. Em 2018, o material foi organizado por ela em um livro intitulado “Seleção nunca vista”, lançado neste ano no Museu do Futebol.

As fotos de Antonio Lucio em Poços de Caldas também integram a exposição temporária “A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958”, que está em cartaz no Museu do Futebol até 09 de setembro e retrata o caminho da seleção até sua primeira conquista mundial.

A exposição “A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958” tem patrocínio do Banco Itaú, por meio da Lei Rouanet, e apoio da Epson. O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da

Secretaria de Estado da Cultura e é gerido pelo IDBrasil Cultura, Educação e Esporte, Organização Social de Cultura. O museu conta com patrocínio máster da Motorola e patrocínio do Grupo Globo, e seu Programa Educativo conta com o patrocínio do Pontofrio/Fundação Via Varejo, todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Sobre a plataforma “Google Arts & Culture”

A plataforma “Google Arts & Culture” abriga exposições de mais de mil parceiros, incluindo instituições culturais do mundo todo. O Museu do Futebol participa do projeto desde 2013 e disponibiliza oito exposições, além de um passeio virtual pelo museu com o Google StreetView. O “Google Arts & Culture” foi criado pelo Google Cultural Institute e está disponível gratuitamente para todos.

 

SERVIÇO

Exposição virtual “A seleção em Poços de Caldas”

Data de lançamento: 03 de julho de 2018 (terça-feira)

Plataforma Google Arts & Culture (https://artsandculture.google.com/partner/museu-do-futebol) e site do Museu do Futebol (museudofutebol.org.br)

 

Exposição Temporária – A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958

Visitação: Até 09 de setembro de 2018

Museu do Futebol: Praça Charles Miller, S/N São Paulo, SP

Funcionamento: Terça a domingo, 9h às 18h (bilheteria até as 17h)

Ingressos: R$ 12 | Meia-entrada: R$ 6 | Entrada gratuita às terças-feiras.

* O Museu não abre às segundas-feiras.

* Horários diferenciados de funcionamento em dias de jogos no Estádio do Pacaembu. Consulte o site museudofutebol.org.br.

* Estacionamento na Praça Charles Miller, sendo necessário uso de Zona Azul Digital, que pode ser adquirido por meio de aplicativos para celulares ou em postos oficiais. Mais informações no site da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET cetsp.com.br.

 

Comente...
60 visualizações
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

portalje

Jornal Eletrônico é uma publicação Bmx3 www.bmx3.com.br

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.