Painel eletrônico para a contagem da emissão de gás metano é instalado em São Paulo

A ação ocorre em meio a greve, em prol de questões ambientais, e promete alertar a população para os malefícios do consumo excessivo de carne e outras questões ligadasàsaúde do meio ambiente  

Nesta sexta-feira (20), uma greve promete tomar conta do mundo todo. Qual o tema? O combate ao aquecimento global. Aproveitando a onda de conscientização coletiva que o movimento espera gerar, o restaurante vegano Pop Vegan Food, localizado na Consolação, vai instalar um painel eletrônico, para a contagem da emissão de gás metano, expelido pelos ruminantes, que tem mais impacto na mudança climática do que se imagina.

Inspirado no impostômetro, medidor estatístico de impostos pagos pelo país em tempo real, a ideia do estabelecimento é mostrar a quantidade da emissão de gases que são liberados no ano. O painel estará instalado na Consolação e será aberto ao público. 

Impactos globais sobre o uso de terras e desmatamento

Um total de 30 milhões de hectares são ocupados hoje como pastagem – o mesmo tamanho que o continente africano.

Produzir uma refeição que inclua carnes, leites e ovos requer uma área três vezes maior do que uma refeição sem produtos de origem animal.

Sem a necessidade de criar e alimentar animais para consumo, seria possível alimentar mais de 3,5 bilhões de pessoas no planeta com terras agrícolas atuais.

70% da área desmatada na Amazônia é usada para pasto, e parte do restante para produção de ração. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPE)

Emissão de gases ao redor do mundo

Um estudo patrocinado pela NASA, publicado na revista Carbon Balance and Management,  mostra que as emissões globais de metano produzidas pelo gado são 11% maiores do que as estimativas levantadas na última década, ou seja, aumentam a cada ano.

O relatório, apresentado em 2018, mostra que o Brasil lançou na atmosfera 2,071 bilhões de toneladas brutas de CO2e (gás carbônico equivalente). Por setor, o maior responsável pelas emissões do país continua sendo o agronegócio, que responde por 71% dos gases de efeito estufa produzidos.

Conscientização na prática

Segundo artigo publicado na revista Nature, em 2018, a maneira mais eficaz para evitar mudanças drásticas no clima é uma redução de pelo menos 90% no consumo de carne consumida no mundo. Mas resta uma dúvida. Como fazê-lo? Algumas dicas, quando incorporadas a rotina diária, podem auxiliar neste processo. Confira:

  • Um dia sem carne 

A campanha Segunda Sem Carne teve início nos Estados Unidos, no ano de 2003. A partir de então, o dia passou a ser reconhecido, em mais de 35 países, chegando ao Brasil em 2009. O objetivo principal do movimento é  convidar a população a substituir a proteína animal pela proteína vegetal, promovendo a conscientização sobre os impactos causados pelo consumo de carne e seus derivados no mundo.

  •     Incorpore outras fontes de proteína ao seu cardápio

Nossa mente foi condicionada a assimilar proteína com as mais variadas carnes, no entanto, a  proteína é existente em alimentos de origem vegetal também, principalmente nas leguminosas. E além deste nutriente, os feijões são ricos em ferro, fibras e outros micronutrientes que são agentes preventivos a doenças cardiovasculares, diabetes, controle de peso e até alguns tipos de câncer.  

45 visualizações
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

portalje

Jornal Eletrônico é uma publicação Bmx3 www.bmx3.com.br