Hospital Paulista de Otorrinolaringologia leva música e alegria para Metrô de SP

Hospital Paulista de Otorrinolaringologia leva música e alegria para Metrô de SP

No mês de celebração da voz, instituição realiza flash mob na estação Hospital São Paulo

Com o controle da pandemia de Covid-19, a flexibilização do uso de máscaras e a retomada gradativa das atividades presenciais, o Hospital Paulista, referência em otorrinolaringologia, promove ações para levar um pouco de música e alegria à população da capital paulista.

No dia 13 de abril, diversos artistas se reuniram para um flash mob na estação Hospital São Paulo do metrô. A ação faz parte da campanha #soltaraminhavoz, desenvolvida em celebração ao Dia Mundial da Voz, lembrado em 16 de abril, que chama a atenção para a importância dos cuidados com a saúde vocal.


Na ocasião, foram realizadas 3 apresentações por artistas caracterizados que cantaram e encantaram o público que passava pela estação. Cantores, bailarinos e violinista se incorporaram à apresentação, desenvolvendo trechos de quatro músicas (Sangrando/Tempo de Alegria/Dancing Days/Não quero dinheiro).


O primeiro flash mob ocorreu na loja Macy’s de Nova York, em 17 de junho de 2003. Depois disso, espalhou-se rapidamente por todo o mundo, tornando-se uma forma inovadora de performance que estimula o reaparecimento, ainda que passageiro e evanescente, de comunidades criativas, ao passo que respondem a uma gama de tópicos de relevância social. Essa foi a primeira realização do gênero no Metrô de São Paulo.

“Com esta campanha, o Hospital Paulista quer ressaltar um conceito sobre a importância de cuidar da voz de forma a valorizar a sua relação com a alegria de viver, por meio da música. Queremos, principalmente, chamar a atenção da população sobre os cuidados com a saúde vocal, prevenção de doenças relacionadas e diagnóstico precoce, que aumentam muito as chances de cura”,destaca Dr. Braz Nicodemo Neto, diretor do Hospital Paulista.

Ainda como celebração à campanha, a fachada do Hospital recebeu uma adesivação especial (gigantografia), para conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com a voz e os médicos e colaboradores foram presenteados com uma camiseta com o conceito da campanha e as hashtags #soltaraminhavoz #pratevercantando #cuidedasuavoz.

Além disso, a Instituição lançou o Guia da Voz, produzido pelo Voice Center – Centro Especializado em Laringe e Voz do HP, que poderá será acessado via blog do hospital, além da criação de uma landing page em comemoração à data, com conteúdo informativo sobre a campanha e dicas importantes sobre a saúde vocal.

A campanha do Hospital Paulista recebe o apoio da Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) e da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF).

É possível conferir o flash mob da #soltaraminhavoz no site do Hospital Paulista.


A importância dos cuidados com a voz

Instrumento de trabalho para alguns e principal ferramenta de comunicação para todos os seres humanos, a voz é caracterizada pelo conjunto de sons gerados pela interação do fluxo de ar pulmonar com o aparelho fonador, dando vida às palavras e frases. Quando acompanhadas de ritmo, tornam-se música, gerando interação e alegria coletiva.

No entanto, conforme o otorrinolaringologista Dr. Domingos Hiroshi Tsuji, responsável pelo Centro Especializado em Laringe e Voz – Voice Center do Hospital Paulista, existem alguns distúrbios que prejudicam a saúde vocal e podem ser evitados, como rouquidão constante, cansaço e/ou dor ao falar e inflamações causadas por refluxos gastroesofágicos ou viroses, como os resfriados, além de lesões causadas pelo uso vocal.

Há também as lesões estruturais das cordas vocais, as pré-malignas e os tumores, benignos e malignos, além das doenças neurológicas como a disartria, que dificulta a articulação e o pronunciamento das palavras devido a uma alteração no sistema responsável pela fala, envolvendo músculos da boca, língua, laringe ou cordas vocais.

“Nem sempre é possível evitar estes problemas. No entanto, uma atitude que pode ajudar muito a minimizá-los é consultar um otorrinolaringologista desde o início de sintomas ou sinais, para diagnosticar a causa do problema vocal.” 

Dr. Tsuji ressalta ainda a importância de os profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho realizarem exames periódicos preventivos, capazes de identificar e possivelmente evitar o surgimento de algumas lesões inflamatórias relacionadas ao uso excessivo.

“Tomar alguns cuidados, como manter-se sempre hidratado, evitar gritar ou falar forte por longos períodos e evitar fumar ou consumir bebidas alcoólicas são importantes formas de prevenção a problemas vocais”, completa a fonoaudióloga do Hospital Paulista Bruna Rainho Rocha.

Bruna destaca que, além do otorrinolaringologista, em casos de desconfortos ou mudanças vocais, as pessoas também podem procurar por um fonoaudiólogo especialista em voz.

“O fonoaudiólogo é o especialista habilitado para avaliar tanto as questões da voz, como da comunicação, traçando objetivos para a fonoterapia. Além dos sintomas físicos, o profissional pode ser procurado sempre que houver algum desconforto que impacte a comunicação”, finaliza.

Voice Center – Centro Especializado em Laringe e Voz

Considerado há 27 anos um centro de excelência em Endoscopia Otorrinolaringológica, o Voice Center passou, recentemente, por uma reestruturação para oferecer tratamentos específicos de laringe, com uma abordagem completa do início ao fim.

“Além de um conjunto completo de equipamentos utilizados, especificamente, para avaliar a faringe, laringe e cordas vocais, nossos profissionais são altamente especializados. Temos laringologistas que são docentes universitários e profissionais com anos de experiência no cuidado com a voz. Possuímos condições de oferecer a melhor orientação ou tratamento possíveis dentro desta área”, afirma Dr. Tsuji.

 
Atualmente, o serviço é responsável pela realização de procedimentos cirúrgicos delicados, que incluem microcirurgias de laringe convencional ou com laser, tireoplastias e injeções de botox para disfonia espasmódica.