O resultado dos principais candidatos da zona sul de São Paulo

O resultado das urnas mostrou uma mudança significativa nos quadros gerais eleitorais em todo o Brasil. Na zona sul de São Paulo, a performance dos candidatos revelou uma mudança na decisão dos eleitores.

Exemplo maior para a região de Interlagos, Cidade Dutra, Grajaú e região foi a derrota do Goulart (PSD), que está há 30 anos na vida pública. Em 2014, abandonou a Câmara de Vereadores por ter sido eleito deputado federal, mas este ano não conseguiu a reeleição, amargando pouco mais de 62 mil votos. 

Goulart ficará de molho até certamente tentar uma vaga para a Câmara Estadual ou tentar voltar para a Câmara dos Vereadores. Na tribuna federal, agradeceu os votos recebidos, os amigos que fez e declarou sensação de dever cumprido.

Ricardo Nunes (MDB) também tentou uma vaga na Câmara dos Deputados e não conseguiu. Acumulou pouco mais de 47 mil votos e não foi eleito deputado federal. Talvez tenha ido com muita sede ao pote, afinal, tem feito um ótimo trabalho como vereador de São Paulo (SP) e poderia tentar implantar mais CPIs, como a CPI da Dívida Ativa. 

Uma grande surpresa foi Tábata Amaral (PDT), a sexta deputada mais votada de São Paulo (SP) com 264 mil votos. Moradora da Vila Missionária, Tábata estudou na Escola Estadual Prof. Isaltino De Mello e foi campeã em diversas olimpíadas do conhecimento, chamando a atenção de instituições particulares e se formando em Harvard, nos EUA.

Alfredinho, do PT, teve 62 mil votos para Federal, e também não foi eleito. Arnaldo Faria de Sá, que possui escritório político no Jabaquara, também não foi eleito. 

Gilberto Natalini, da região de Santo Amaro, tentou se eleger pelo Partido Verde e obteve 27.316 votos – não foi eleito.

OS ELEITOS FEDERAIS

Alexandre Leite (DEM) foi eleito federal com 116.416 votos – filho de Milton Leite (DEM), da Câmara dos Vereadores de São Paulo (SP). Vicentinho (PT) foi eleito com 70.645 votos. 

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SP

Carlos Gianazzi (PSOL), que possui escritório político na Av. Jangadeiro, foi eleito com 218.705 votos. 

Milton Leite Filho (DEM), também filho de Milton Leite, vereador de São Paulo, foi eleito com pouco mais de 105 mil votos.

Enio Tatto (PT) foi eleito com 86 mil votos. 

Caruso (MDB), que sempre faz dobradinha com Goulart na região, foi eleito com pouco mais de 83 mil votos.

Jooji Hato (MDB) não foi eleito com seus 41 mil votos. Zé Turin tentou novamente mas não conseguiu uma vaga na Assembleia, obteve 19 mil votos pelo PHS.

148 visualizações
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

portalje

Jornal Eletrônico é uma publicação Bmx3 www.bmx3.com.br